" />

Embora os brancos possam ser protagonistas em nosso imaginário, alguns tons de azul não se repetem. E, sem dúvidas, um sem-fim deles está na Antártica. Por não existirem hotéis e não haver shopping center, navegar pelo Continente Branco é a última fronteira do turismo. E claro, o último refúgio de vida selvagem intocada no planeta tem particularidades que o tornam único. Pouquíssimas pessoas tiveram o privilégio de vivenciar em todas as dimensões a beleza inigualável deste paraíso congelante. Sejam nas infinitas colônias de pinguins, as baleias em seus shows acrobáticos ou nos icebergs flutuantes. Baías, enseadas e ilhas desenham um cenário improvável em que cada momento é uma nova descoberta. Tudo atrai os olhares e instiga a curiosidade. Um lugar como nenhum outro. 

Dica SUL Hotels: um bom equipamento de fotografia pode fazer a diferença entre registrar detalhes de perto ou apenas apontá-los numa foto mais aberta. Celulares mais modernos são cada vez mais práticos, porém câmeras com grandes lentes teleobjetivas entregam um resultado mais do que satisfatório até para amadores. Leve consigo um bom suprimento de cartões de memória e baterias extras, já que as baixas temperaturas podem reduzir a vida útil dos eletrônicos.

Os quartos

A Antarctica 21 opera com três diferentes navios no Continente Gelado. Tanto o Magellan Explorer, quanto o Ocean Nova e o Hebridean Sky são embarcações pequenas e exclusivas. As acomodações costumam ser todas de alto padrão, com banheiro privado e as categorias variam em cada navio:

Magellan Explorer

É uma nova e moderna embarcação de expedição personalizada para os cruzeiros aéreos da Antarctica21. Foi construído no Chile com as mais recentes especificações do Código Polar para iniciar o serviço em 2019. O Magellan Explorer tem capacidade para 69 passageiros acomodados em sete categorias, incluindo cabines individuais dedicadas.

Todas as cabines, exceto as cabines Porthole, possuem varandas privativas. Todas as cabines duplas, exceto duas, têm duas camas de solteiro que podem ser configuradas como uma cama king-size. Todas as outras cabines têm duas camas de solteiro que podem ser configuradas como uma cama queen-size. Todas as cabines dispõem de guarda-roupa, sistema de aquecimento controlado individualmente, área de estar e banheiro privativo com chuveiro.

O navio possui um lounge de observação com box de vidro e sala de apresentação com equipamentos audiovisuais de última geração, sala de jantar espaçosa e elegante, bar bem abastecido, biblioteca, sala de reuniões, academia e sauna, e uma clínica médica. Além disso, tem uma frota de 10 barcos Zodiac.

O Magellan Explorer se juntará à frota da Antarctica21 durante a temporada 2019-20. É o primeiro navio de expedição do mundo projetado para operações de cruzeiro aéreo na Antártica. O navio proporciona uma base elegante para as aventuras dos hóspedes, combinando excelência em expedição e hospitalidade boutique.

Ocean Nova

É um navio de expedição moderno e confortável. Foi construído na Dinamarca em 1992 para navegar pelas águas geladas da Groenlândia. Foi totalmente remodelado em 2006 e, desde então, se beneficiou de melhorias anuais.

Além de uma sala de observação e sala de apresentação com paredes de vidro, o Ocean Nova também tem uma espaçosa sala de jantar, um bar, uma biblioteca, uma pequena academia e uma enfermaria. O navio tem uma frota de sete barcos zodiac que são adequados para o desembarque e observação da vida selvagem.

Todos os hóspedes a bordo do Ocean Nova são acomodados em cabines externas confortáveis, com três categorias de cabine: cabines individuais, duplas e triplas dedicadas. Todas as cabines dispõem de janela panorâmica, mesa de trabalho com cadeira, guarda-roupa, sistema de aquecimento controlado individualmente e banheiro privativo com chuveiro.

Hebridean Sky

Anteriormente chamado de Sea Explorer, é um pequeno navio de expedição. Foi construído em 1992 e reformado em 2005. Em 2016, o navio passou por uma extensa renovação multimilionária que o transformou em um dos melhores navios pequenos do mundo.

O Hebridean Sky oferece uma base exclusiva e elegante para sua exploração de aventura na Antártica. As áreas comuns incluem o lounge “The Club”, uma biblioteca, um salão de apresentação com instalações audiovisuais, uma sala de jantar, um café ao ar livre, uma clínica médica, um deck envolvente e um elevador que serve todos os decks de passageiros. O navio tem uma frota de 10 barcos zodiac.

As suites em todas as oito categorias são espaçosas, com premium amenities por toda parte. Todas as suítes dispõem de área de estar, banheiro privativo, janela panorâmica e 2 camas de solteiro que, mediante pedido, podem ser unidas para formar uma cama queen-size. Várias suítes também incluem varandas privativas. Cabines triplas apresentam um sofá-cama.

Estrutura

Todas as embarcações operadas pela Antarctica 21 são absolutamente confortáveis e seguem todas as normas de segurança exigidas para navegações antárticas. De pequeno porte, acomodam, no máximo, 71 passageiros, podendo assim manter o alto nível de exclusividade que uma viagem como esta demanda. A infraestrutura é a de um hotel-boutique flutuante, com aposta central na excelência dos serviços e na alta capacitação dos funcionários e guias. Toda a experiência na Antártica é diretamente afetada pela cordialidade, hospitalidade e atenção da equipe de recepção, desde os guias até os cozinheiros e camareiras. Nas refeições, espere pelo melhor da gastronomia internacional, em receitas e preparos com harmonizações surpreendentes. Mesmo nos roteiros mais longos, uma variedade de produtos no almoço, jantar e café da manhã garante excelentes refeições. Contam com sala de ginástica, biblioteca e sala emergências com médico a bordo. Para os desembarques, contam com uma flotilha de zodiacs potentes para alcançar os melhores pontos de observação da vida selvagem.  

Antártica

Definitivamente um dos lugares mais especiais da Terra. O continente mais frio do mundo é um oásis de vida selvagem adaptado às mais baixas temperaturas do planeta. Entretanto, entre novembro e março, durante a primavera e o verão, as condições se tornam favoráveis à navegação pela Península Antártica e ao avistamento de incontáveis espécies de mamíferos e aves. Além disso, nenhum outro lugar produz tantos e tão grandes icebergs, das mais diversas cores e formas. Um destino onde poucos humanos pisaram até hoje. Entretanto, explorar tudo isso em meio a uma atmosfera de conforto e aprendizado torna esta uma experiência de férias imbatível.


O que Fazer

Sentir a Antártica de todas as formas possíveis, mas principalmente observando e explorando. Para isso, cada dia costuma contar com dois desembarques em pontos que só podem ser confirmados na véspera, por conta das condições variáveis de tempo. Claro, com o conhecimento do líder da expedição e do capitão do navio, serão sempre priorizadas enseadas, baías e ilhas onde os animais costumam das caras. O objetivo de todos a bordo é fazer com que você entre em contato com a maior variedade possível de aves e mamíferos. Em dias de navegação e em horários livres são ministradas palestras sobre temas específicos com especialistas de diversas áreas da biologia, geologia e história. Ainda é possível fazer hiking-snowshoeing e andar de caiaque, como atividades extras.

Tarifas

Programas para a temporada 2019/2020 a partir de US$ 3,695* por pessoa.

*Tarifa promocional válida até 14 de dezembro de 2018 para o Roteiro Antarctica Express Air Cruise de 6 dias no navio Ocean Nova.

Como chegar

A Antártica é lugar mais remoto do planeta, no entanto há formas confortáveis de chegar até. A principal é voando por duas horas da cidade de Punta Arenas, no Chile, até o aeroporto da base de pesquisa chilena de Frei. Entretanto, no início ou no final, bem como em períodos específicos da temporada, há roteiros que atravessam navegando a famosa Passagem de Drake e que esticam até as incríveis Geórgia do Sul e Falklands (Malvinas) antes de aportar em Punta Arenas, no Chile ou Ushuaia, na Argentina.