" />

A harmonia entre os ares caribenhos e a verdejante reserva tropical que a emoldura faz de Portobelo um destino cobiçado outrora por piratas e atualmente por viajantes em busca de seus segredos escondidos. Se na época colonial o lugar foi estratégico no escoamento das riquezas extraídas da América do Sul para a Coroa espanhola, daí o assédio de piratas e corsários, hoje em dia um de seus maiores tesouros atende por El Otro Lado Private Retreat, hospedagem exclusiva à beira-mar recoberta pela floresta que conforma o Parque Nacional de Portobelo. O nome do hotel indica desde logo um perfil autêntico e único no pedaço: trata-se de um retiro privado, sim, um cantinho para chamar de seu na costa norte do istmo do Panamá e situado exatamente do lado oposto (ou seja, do “outro lado”) da vila de Portobelo. A maioria de seus funcionários é nativa da região, conhece bem o entorno e está apta a ajudar os hóspedes a elaborarem passeios exclusivos. El Otro Lado fica a cerca de 130 quilômetros da Cidade do Panamá, capital do país centro-americano.

Dica SUL Hotels: Em um ambiente de temperaturas elevadas e poderosa umidade, prefira roupas leves e trajes de banho, chinelos, chapéus e, claro, protetor solar, além de repelente. El Otro Lado mantém um trabalho de inclusão social, resgate e valorização da cultura nativa, refletido na Fundação Portobelo (www.fundacionpb.org), na qual há um grupo musical, oficinas de carpintaria e festivais de danças folclóricas, além da Casa da Cultura Congo, que conta com uma galeria dedicada a artigos artesanais vendidos dentro do conceito de “fair-trade” (comércio justo).

Os quartos

Há cinco opções de Vilas ou Bangalôs, cada qual com um projeto próprio de decoração e design. Em comum, todas as acomodações estão equipadas com camas king-size, jogo de lençóis de algodão egípcio, frigobar, TV LCD de 42 polegadas, sinal de Wi-Fi e amenities da grife britânica Penhaligon.

Forest House

Esse chalé de 65 metros quadrados fica entre uma cachoeira, cujo ruído intermitente tranquiliza corações e mentes, e a floresta que enche de verde os olhos dos hóspedes. Suíte e sala de estar têm varandas independentes.

Sea House

Sua estrutura assemelha-se à da Forest House, com 65 metros quadrados, sala de estar e suíte com varandas e vista para o mar.

Sun House

Inserida na mata, proporciona amplo panorama da baía a partir de suas varandas. Contemporânea, a decoração traz obras da fotógrafa panamenha Sandra Eleta, além de pinturas feitas por integrantes dos workshops artísticos incentivados pelo hotel.

Spirit House

Debruçada sobre o mar, pé na areia, tem duas suítes e uma arejada sala de estar – todos os ambientes estão integrados a uma ampla varanda de frente para a baía.

Casa Grande

A estrutura agrega a área comum no térreo e ainda três outros quartos independentes no andar superior. Embaixo estão a sala de estar, um bar e espaços para refeições. Na parte de cima, duas das suítes acomodam dois adultos e duas crianças ou adolescentes, enquanto a outra tem duas camas de solteiro.

Estrutura

A exuberância natural que cerca El Otro Lado provoca encantamento instantâneo nos hóspedes, que desfrutam de conforto e funcionalidade em suas instalações. Privacidade e aconchego também fazem parte da experiência, assim como a comodidade da tecnologia. Design e decoração foram cuidadosamente integrados ao conceito de luxo sem ostentação. A piscina de borda infinita com vista para o mar é um alento para as horas de calor mais intenso. Na Sala de Massagem “Com Sentimentos” os hóspedes recebem tratamentos aromáticos e reparadores. No que diz respeito à gastronomia, os chefs elaboram menus diários com ênfase na culinária caribenha e influências mediterrâneas e orientais. Privilegiam produtos orgânicos tropicais nativos, com refrescantes variações de ceviche, a onipresente banana em inesperadas e deliciosas versões e, claro, o brilho sem igual dos frutos do mar. Há opção por menus vegetarianos, veganos e sem glúten.

Portobelo - Panamá

Cristóvão Colombo batizou o local em 1502, ao expressar sua admiração com a beleza que encontrara. Desde então, Portobelo converteu-se num entreposto para onde eram levados os tesouros retirados da América do Sul antes de seguirem rumo à Europa. Temidos piratas do Caribe frequentaram a região. Nomes lendários como Francis Drake, Henry Morgan e Edward Vernon assediaram suas águas. Não à toa a Coroa espanhola ergueu fortificações para proteger Portobelo, cujas ruínas foram declaradas Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco. Hoje a riqueza desse pequeno povoado encontra-se submersa e se exibe numa multidão de vida marinha. Fora da água o tesouro se faz presente na vegetação da reserva natural, na qual é possível fazer caminhadas e outras atividades ao ar livre. E o segredo, bem, esse a gente já contou para você: se chama El Otro Lado Private Retreat.


O que Fazer

A começar pela ampla gama de praias caribenhas de areia branca a explorar, como La Huera, Puerto Francés e Playa Blanca – para alcançá-las o hotel disponibiliza traslados em lancha. O mergulho livre ou autônomo figura entre as atividades mais recomendadas. Também há opções como caiaque, esqui aquático, stand-up paddle e pesca artesanal. Os mais inquietos podem fazer uma excursão aos manguezais pelo Rio La Farahona e caminhadas pelas trilhas do Parque Nacional de Portobelo. Recomenda-se ainda o tour histórico pela vila. Com mais tempo, vale esticar até a Cidade do Panamá para visitar o Museu da Biodiversidade, o Biomuseo (www.biomuseopanama.org), além de conhecer as eclusas do gigantesco Canal que une os Oceanos Atlântico e Pacífico.

Como chegar

Voos regulares conectam São Paulo à Cidade do Panamá. A partir da capital panamenha, a viagem de carro até Portobelo leva cerca de 1h30 pela estrada Corredor Norte. Uma vez no povoado de Portobelo, o hotel providencia traslado até a hospedagem. Também é possível realizar a viagem de trem, com a Panamá Canal Railway Company (www.panarail.com), cujo trajeto de cerca de 1 hora atravessa o istmo e o famoso Canal. O destino final é a cidade de Colón, de onde o hotel faz traslados.