" />

As cores das comunidades andinas rurais do Peru

As comunidades andinas rurais têm muitas coisas em comum. O notório colorido de suas roupas tradicionais é uma delas.

Os padrões nas roupas e nos têxteis normalmente variam de comunidade para comunidade, ou região para região, e tradicionalmente são uma representação de animais, elementos naturais e deidades. Por exemplo, os padrões tecidos pelos tecelãos de Chinchero são diferentes daqueles em Huilloc ou Choquecancha, mas a semelhança está nas cores vibrantes que podem ser vistas de longe e nos temas representados.

É costume para homens e mulheres jovens que são solteiros vestir-se com roupas ainda mais coloridas. No caso dos homens jovens, os itens são um poncho e um “chuyo” – um chapéu tradicional que varia um pouco de estilo entre as comunidades. Para as mulheres jovens, os itens são uma saia e um “cobertor” – um xale ou capa multifuncional – que pode até ser considerada arte utilitária. Estas roupas e acessórios coloridos são tecidos pela mãe da criança ou adolescente, tornando cada peça única.

Em uma visita recente a Ancasmarka tive o prazer de conhecer Doña Celestina e seu filho Adolfo. O poncho e o chuyo de Adolfo são especiais porque, além de tecer belos e únicos artigos de vestuário tradicional, sua mãe também usou outras aplicações coloridas que tornam isso realmente atraente, perfeito para um solteirão que se destaca.

Durante a sua visita a Ancasmarka na Rota de Lares e Vale Sagrado, você também terá a chance de ver as obras de arte que mulheres como a Celestina desenham e tecem. Inclusive, talvez você possa até encontrar a própria Celestina tecendo uma peça nova, totalmente natural e única.

Artigo traduzido do blog do Mountain Lodges of Peru. Leia mais aqui!

 

Solicite mais informações:

Quer saber como você pode mergulhar na cultura peruana através de tradicionais comunidades andinas? Entre em contato conosco!